20 de jul de 2011

Portadoras no VHF - Você é cumplice!

Histórico

Em 2010 foram realizadas 6 denúncias na área de cobertura da repetidora 147.330 – Terra da Uva,  4 foram autuados e respondem a processos na justiça, 2 processos seguem com agravo em função de outras atividades ilícitas praticadas pelos acusados,  neste ano já foram mais 3 processos instaurados e esta lista vai crescer muito – já temos mais 4 denúncias em trânsito, o trabalho prossegue, recebemos equipamentos e softwares sofisticados que estão auxiliando na identificação dos baderneiros, pré fixados ou não – para surpresa a maioria possuem indicativo – que será a primeira coisa a perderem.

Tecnologia e trabalho

Foi implantada uma base com equipamentos receptores, softwares dedicados e sistema de rastreamento de RF – Fornecidos pela Associação Radioamadores Sem Fronteiras, com serviço de gravação de áudio e portadora 24 horas por dia. Qualquer QSO ou ruído – mesmo interferências alheias – ficam registradas, são automaticamente gravadas nas bases de dados com data e hora. Cada portadora tem um registro específico, como uma identificação única – igual a digital de seus dedos, sendo facilmente associada a outras comunicações. Um radioamador solicita a frequencia e conversa tranquilamente, em outro momento o mesmo radioamador adentra a frequencia com música, ofensas, rizadas ou o que seja, a portadora dele é a mesma, mesmo que altere a antena ou a potência do rádio, a associação é imediata, identificando o causador. São reunidas todas as gravações – as normais e as de baderna, montado o processo de denuncia, entregue e protocolado uma via na ANATEL e outra na Policia Federal. 

Os cúmplices

Atualmente o nosso maior trabalho é anexar os históricos dos cúmplices, espero que você não seja um deles. Se você de uma forma ou de outra participa durante as badernas nas frequencias, xingando, ofendendo ou coisa parecida… Você é cumplice do baderneiro e acabará por sofrer de mesma forma, pois certamente um dia chegará a sua vez de ser o denunciado. Se você utiliza o rádio para longas conversas com baderneiros, é baderneiro também.

É comum que um colega sem prefixo adentre na frequencia e peça orientações, é nossa obrigação ajudar, passe as informações necessárias, se possível o convide para uma frequencia direta para que possa explicar melhor os procedimentos necessários para a legalização deste novo amigo, mas não fique conversando na frequencia da repetidora.

Certamente você conhece os que fazem bagunça em sua região, normalmente ninguém faz nada, só reclama que a ANATEL é ausente, todo o processo começa com a sua denúncia, você tem vários canais para fazer a sua denúncia, os Delegados Regionais da Labre, a Labre, a ANATEL  e pode também enviar sua denúncia para este site, tudo será mantido no mais absoluto sigilo.  Porém se você sabe quem bagunça e não denuncia… não tem do que reclamar e se torna cumplice dos baderneiros. Não discuta pelo rádio Denuncie! Não xingue Denuncie! Não dê atenção Denuncie! E vamos assistir os baderneiros sendo banidos um por um.

A exemplo de dois já denunciados, a surpresa foi maior, no momento de identificação do proprietário da estação verificou-se que os dois – de diferentes formas – tinham outras pendências com a justiça e o caso se tornou mais grave. Não acoberte bandido, proteja a sua família.

É o momento de parar de reclamar que o VHF é ruim ou que está piorando, se está assim é graças a falta de responsabilidade de todos, inclusive sua se sabe quem bagunça e não denuncia. Não denuncia por que é teu amigo? Talvez esteja na hora de você escolher melhor os teus amigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário